segunda-feira, 29 de março de 2010

Irreconhecível...

Me encaro frente ao espelho:
Indesejável ser!
Que à alma traz
Repugnância ineficaz
Para trazer de volta a paz...
Maneira errante que não satisfaz
De querer ser algo a mais
Que um menor e imutável ser
Que não aceita mais se ver
Nas rugas a aparecer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário