quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

O choro

O apelo que é chama
D’uma criança que chora
É inocência que clama
A paz que lhe foi embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário