sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Pela rua...

...Anda, com pressa,
Num caótico labirinto,
Uma gente que se atropela
Como um animal faminto...

...E que, numa luta diária,
Ingenuamente, mas sem piedade,
Expõe toda maldade
No desespero da realidade.

A rua comporta a miséria,
Com ar de democracia...
...Rodeada de insetos e ratos,
Miseráveis e engravatados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário