segunda-feira, 16 de julho de 2012

Pedras no caminho...


Busco, na extensão do vazio,
Sinais quaisquer de esperança.
Esqueço, num desalento frio,
Minha carência de bonança...

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Sol


Olhou da janela
O céu banhado de luz:
- Que dia de paz!